Lançamento de Infoprodutos

Debriefing quantitativo: o que não pode faltar

Saiba o que não pode faltar em um debriefing quantitativo.

Talvez você esteja se perguntandoo que é um debriefing quantitativo, primeiro vamos entender a diferença entre debriefing e briefing.

O briefing acontece antes do projeto, é quando você está coletando informações para executar o projeto, agora o debriefing é no final, é quando será necessário ter o entendimento do que aconteceu. Seja por questões qualitativas ou quantitativas.

Briefing e Debriefing no mercado de infoprodutos

Agora trazendo para o nosso cenário de lançamento de infoprodutos, o briefing é quando está na fase inicial do projeto para entender o que é o produto, como aquele produto vai ajudar determinado público, quem é o público alvo, se ele já fez algum outro produto.

Enfim, é quando acontece a coleta uma série de informações para desenvolver aquela estratégia ou campanha, dependendo do trabalho que for executar junto ao infoprodutor.

Já o debriefing é quando ocorre uma análise do que aconteceu, quantidade de vendas, o que deu certo, o que não deu certo, custo por venda. Ou seja, temos informações qualitativas e quantitativas.

Debriefing qualitativo

O debriefing qualitativo é quando é exposto informações do que aconteceu de bom e de ruim, e o que precisa ser melhorado para a próxima edição.

Neste caso a ideia não é criticar o infoprodutor, não é sobre apontar os erros, é mostrar o que precisa ser melhorado de acordo com os dados adquiridos, através de feedbacks de alunos, das pessoas que não compraram, em comentários nas redes sociais.

É também o momento de avaliar o que deu certo, por exemplo: o infoprodutor fez várias lives, que tiveram muita interação, muito engajamento das pessoas, boas conversões. Ou seja, tiveram um trabalho muito bem feito a cada live, com os gatilhos mentais usados da forma correta, as informações explicadas com devida clareza para as pessoas que estavam acompanhando.

Então você consegue coletar informações que são qualitativas, que não é numérico, são situações que você consegue entender o que é necessário repetir e o que precisa melhorar. É interessante também fazer de forma inversa, neste caso o infoprodutor fazer a sua avaliação, onde a coprodução errou, onde acertou, e onde pode melhorar para ter uma fluidez melhor no projeto.

É fundamental que você crie esse espaço para essa comunicação, e não somente falar com o infoprodutor, mas também aprender a ouvir e melhorar o seu lado.

Portanto, o debriefing qualitativo não envolve números, são situações.

Debriefing quantitativo

Já o debriefing quantitativo é numérico, e é muito importante que você coloque as informações corretas no seu relatório para o seu infoprodutor.

Vendas por dia

Por exemplo, se você deixou o carrinho aberto por cinco dias, talvez você vendeu metade de todos os seus tickets no primeiro dia, então essas informações precisam estar contidas nesse relatório. A quantidade de vendas que foram feitas em cada dia.

Faturamento por dia

Você precisa também deixar claro qual foi o faturamento por dia, talvez você esteja se perguntando: mas não daria no mesmo? Já que eu tenho um lançamento, como eu coloquei a quantidade, agora é só colocar o faturamento.

Caso você tenha um ticket único, tudo bem e faz sentido. Agora se você tem lançamento e tem mais de um ticket, por exemplo: você está vendendo uma recorrência mensal e outra anual. Ou seja, são tickets diferentes, então você precisa distribuir isso no seu ticket médio.

Sendo assim, você precisaria fazer o faturamento por dia também.

Gere métricas

Lembre-se de registrar as formas de pagamento, se foi cartão, boleto, total de boleto, boletos pagos, boletos em aberto, total de transações em cartão, à vista, à prazo, quantos reembolsos tiveram, quantos clientes fizemos, ou seja, compras aprovadas.

Quando foi investido em anúncios, quantas pessoas foram para a página de vendas, para o check out, quantos leads foram gerados nesse lançamento?

A partir dessas informações você consegue gerar métricas, que vão te basear para o próximo lançamento, por exemplo: a cada 100 vendas quantos reembolsos eu tenho?

Qual o meu custo por lead? Qual o ROI da minha campanha? Ou seja, o meu retorno de investimento tendo em vista o tráfego?

Qual o meu custo por venda? Quantos leads eu preciso gerar para fazer uma venda? Quantos acessos ao check out eu preciso gerar para fazer uma venda?

Essas e outras informações vão trazer clareza para você coprodutor e para você infoprodutor, para que no próximo lançamento você já consiga ter um norte.

Informações importantes para o seu debriefing

Nesse relatório também não podem faltar algumas outras informações, como: quais canais geraram mais conversão? Email? Telegram? Sms? Afiliados?

Quais as origens das vendas? Quais as origens dos leads?

Percebe a importância de ter um relatório completo em mãos?

Esses e outros relatórios vão estar disponíveis no nosso projeto comunidade Mestres da Coprodução.

Se você tem interesse a ter esse tipo de conhecimento de planilha, de organização e clareza. Convido você a conhecer o nosso projeto, clique no link : https://mestresdacoproducao.com.br/inscricao-encerrada/  e cadastre-se gratuitamente para conhecer mais o projeto!

E lembrem-se, os amadores NUNCA sobrevivem.

Postagens relacionadas
Lançamento de Infoprodutos

Primeiro lançamento, e agora?

CoproduçãoLançamento de Infoprodutos

O que é um debriefing quantitativo?

CoproduçãoLançamento de Infoprodutos

Infoprodutor sem audiência?

Lançamento de Infoprodutos

Resultado do lançamento: indicadores para te orientar

Inscreva em nossa Newsletter e fique sempre informado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *